31 de mai de 2013

Palavra do Reitor para o mês de Junho


 


Formação permanente para sermos padres segundo o Coração de Jesus

Prezados(as) internautas!




É importante que nos detenhamos junto à fonte de nossa identidade presbiteral, para redescobrir e reconhecer nossa missão a serviço dos outros. Nossa identidade está no Cristo Bom Pastor que nos convida ao seguimento diário, por isso é necessário uma formação permanente para estar sempre com Ele e nEle fazer a missão acontecer.

A formação é um processo permanente que abrange todas as fases da vida e suas dimensões, com diversidade de formas e métodos. Por isso, desde o seminário, o futuro presbítero aprenderá os princípios da formação permanente: como adquirir o hábito da oração, da meditação da Palavra de Deus, da leitura, do estudo, da atualização, do amadurecimento contínuo e a resposta ágil às novas situações pastorais, num permanente itinerário de conversão e seguimento ao Bom Pastor (Cf. CNBB 93, n. 88).
 
Para ser junto do povo um homem de oração, pleno de Deus, um homem para os outros, equilibrado, um homem no caminho da santidade, de simplicidade, de humanidade, de colegialidade com o bispo e o presbitério, de alegria e esperança, um homem segundo o Coração de Jesus em formação permanente. Assim se trabalha a formação em nosso Seminário Teológico Bom Pastor.

Um bom mês a todos.

Deus vos abençoe!




Pe. Oscar Paulo Pietsch
Reitor do Seminário Teológico Bom Pastor



Bom Pastor, dai-nos padres segundo o vosso coração!

27 de mai de 2013

Aniversário da diocese de Criciúma e Tríduo Bíblico



   Na segunda-feira, dia 27, a comunidade do Seminário Teológico Bom Pastor celebrou solenemente os 15 anos de criação da diocese de Criciúma. Ela foi criada pelo Bem-Aventurado João Paulo II em 27 de maio de 1998, por meio da bula "Sollicitus de Spirituali Bono" (Solícito pelo Bem espiritual dos seus Fiéis). Aconteceu na capela do seminário uma Missa solene em ação de graças pelo aniversário da Igreja Particular.
   De segunda à quarta-feira acontece na FACASC/ITESC o Tríduo Bíblico, que este ano tem como tema a hermenêutica bíblica a partir do Evangelho de Lucas, com assessoria do Dr. Francisco Orofino. As aulas acontecem no auditório da faculdade de manhã e à noite, e são uma rica oportunidade de aprofundamento dos conhecimentos sobre a Sagrada Escritura. Na quarta-feira à tarde a comunidade do Seminário Bom Pastor dirige-se para as paróquias da diocese de Criciúma para as atividades pastorais.


Seminário Teológico celebra Domingo da Santíssima Trindade



   No domingo, dia 26, o Seminário Teológico Bom Pastor viveu o dia do Senhor celebrando com festividade a solenidade litúrgica da Santíssima Trindade, modelo de comunidade. Às 9h aconteceu a Santa Missa solene em ação de graças pela passagem do aniversário do seminarista Mateus Réus (1º ano de Teologia). A homilia do dia foi proferida pelo seminarista Daniel Zilli Da Rolt (2º ano de Teologia), que ajudou a todos a rezarem o grande mistério de Deus Pai, Filho e Espírito Santo.
   Após a celebração eucarística aconteceu o almoço comunitário, onde todos ajudaram a preparar o prato principal (paella), as saladas, o aperitivo, a sobremesa e o ambiente. Momento de comunhão e partilha dos dons, que fez da comunidade um pequeno sinal da vida e da comunhão plenas da Trindade Santa.
Manhã de Espiritualidade no Carmelo Cristo Redentor



   No segundo dia de programação especial, sábado, dia 25, a comunidade do Seminário Teológico Bom Pastor fez uma manhã de espiritualidade no Carmelo Cristo Redentor, em São José (SC). Ao chegarem ao Carmelo, Pe. Oscar e os seminaristas foram recepcionados pelas monjas carmelitas, e tiveram o privilégio de ter um momento de conversa e partilha com elas.
   A Madre Marlei dirigiu algumas palavras aos seminaristas para sua reflexão pessoal, lhes dizendo de sempre estarem voltados para o essencial da vida: o testemunho de Jesus e Maria. Depois aconteceu a Santa Missa na capela do Carmelo. A comunidade do Seminário também deixou algumas doações de alimentos para as monjas.
   No sábado à noite, a comunidade reuniu-se novamente para celebrar o aniversário do seminarista Mateus Réus (1º ano de Teologia), com um conquetel que ele ofereceu. Foi um momento de alegria, confraternização e ação de graças pelo dom de sua vida e de sua vocação.
Laboratório litúrgico-pastoral de Eucaristia


   A comunidade do Seminário Teológico Bom Pastor esteve em programação especial no último final de semana. Dentre as atividades, aconteceu na sexta-feira à tarde um laboratório litúrgico-pastoral sobre a Eucaristia, sob responsabilidade do seminarista Gilson Pereira (4º ano de Teologia).
   Gilson conduziu a primeira parte do laboratório na "sala Bento XVI", onde aconteceu uma reflexão teológica e doutrinal sobre o sacramento da Eucaristia, partilhada pelos seminaristas. Depois, todos foram para a capela do seminário para um momento de orientações para as Missas, especialmente as celebrações de Renovação das Promessas do Batismo e Primeira Comunhão.
   Todos puderam participar do laboratório partilhando de suas experiêncas pastorais e com a liturgia, e aprenderam melhor o que ensina a fé da Igreja sobre a Eucaristia, que deve estar no centro da vida da Igreja e da espiritualidade do presbítero.

7 de mai de 2013

Seminário Bom Pastor faz peregrinação à Angelina


   No feriado do dia 1º de maio, a comunidade do Seminário Teológico Bom Pastor realizou uma peregrinação ao Santuário de Angelina(SC). A peregrinação tinha por objetivo celebrar o início do mês de maio, que é dedicado a Nossa Senhora. A devoção à Mãe de Deus deve estar presente na espiritualidade do futuros presbíteros.
   Saindo pela manhã de Florianópolis, a comunidade chegou à Angelina para conhecer o Santuário, dedicado à Nossa Senhora da Conceição, e para celebrar a Santa Missa na capela da Casa das irmãs Franciscanas de São José, que residem na cidade. A Missa foi celebrada em honra a São José Operário e por todos os trabalhadores.
   À tarde aconteceu um momento mariano de oração do Terço na gruta de Nossa Senhora de Lourdes, em Angelina, que é visitada por muitos peregrinos. Ao voltar para casa, a comunidade aproveitou para se confraternizar com um café colonial. Foi um dia de programação especial para celebrar o mês mariano e para perceber sempre de novo o modelo de Maria como serva do Senhor.