3 de nov de 2014

Palavra do Reitor para o mês de Novembro!

Nossa esperança da vida para além da vida.


Prezados(as) internautas!

        
Recordamos neste tempo dos falecidos que passaram pela experiência da  morte, porém que continuam vivas e presentes em nosso meio, em nosso convívio familiar e social, em nossa lembranças saudosas e inesquecíveis.
O cristão é fundamentalmente alguém que vive a dimensão da esperança. É aquele que vive entre "aquilo que é" e "aquilo que não é". Saber viver o presente com seus olhos voltados para o Reino definitivo.
Precisamos da virtude da fé. Só uma pessoa de fé é capaz de viver a esperança cristã da vida para além da vida. 
A esperança no Cristo que vence a morte e faz novas todas as coisas, da um vigor sempre novo, não deixa a pessoa desanimar. "Disse Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá." (Jo 11,25)
Sem a esperança não há mais espírito de luta e nem espirito criativo e dinâmico. Mediante a ressurreição de Jesus Cristo que matou a morte, a esperança se torna nossa vida, adquire uma dimensão de vida eterna. 
"Se temos esperança em Cristo tão somente para esta vida somos os mais dignos de compaixão de todos os homens." (1 Cor 15,15) E no falar de São João, seremos semelhantes a Deus, "donde já somos filhos de Deus, mas o que nós seremos ainda não se manifestou (...) Seremos semelhantes a Ele porque o veremos tal como Ele é."(1 Jo 3,2)
Como meta final a esperança cristã tem como objetivo nos conduzir a Deus, no momento presente da vida, mas também no futuro definitivo, no Reino dos Céus.

Bom mês à todos (as). 

          Bom Pastor, dai-nos padre segundo o vosso coração.


Pe. Oscar Paulo Pietsch


Reitor do Seminário Teológico Bom Pastor