25 de set de 2016

QUINTA PROGRAMAÇÃO ESPECIAL
SEMINÁRIO TEOLÓGICO BOM PASTOR

Neste fim de semana, entre os dias 23 e 25 de Setembro, aconteceu, no Seminário Teológico Bom Pastor a Quinta Programação Especial.

As atividades iniciaram-se na sexta-feira (23) tivemos o laboratório sobre o Sacramento do Matrimônio, conduzido pelo Seminarista Richardson Luiz Domingos de Souza, e logo após, houve a comemoração dos aniversariantes do mês de agosto e setembro. 

No sábado, 24, celebramos a Eucaristia e na aconteceu a formação com o tem: Liderança Servidora, conduzida pelo casal Márcio e Débora da Paróquia São José, Criciúma.

No Domingo, 25. a comunidade celebrou a Solene Celebração da Vigésima sexta semana do tempo comum, com a reflexão do Seminarista Roberto Fontana Talau. O domingo finalizou com uma caminhada em grupo para o parque do Córrego Grande, aqui em Florianópolis. 




























22 de set de 2016

COMUNIDADE VIVÊNCIA DIA DE RETIRO MENSAL

Nesta Quinta-feira, dia 22 de setembro a comunidade do Seminário Teológico Bom Pastor, vivência momentos de oração e adoração, no seu retiro mensal da comunidade.










14 de set de 2016

ARTIGO DO MÊS DE SETEMBRO


SAGRADA ESCRITURA: A Palavra de Deus



Nós, cristãos, alimentamos a nossa alma com a Palavra Encarnada de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo, presente na Eucaristia. E também nutrimos a nossa mente e o nosso coração com a palavra de Deus que nos foi entregue pelos patriarcas, profetas e Apóstolos que escreveram os livros da Bíblia. O que eles nos dão é palavra de Deus, pois Deus inspirou os autores dos livros bíblicos para que escrevessem o que escreveram. Por um ato de Sua providência, Deus fez que os livros escritos sob a sua inspiração se conservassem através de milhares de anos e de gerações sucessivas.

Para falar sobre a Revelação Divina, fonte da Sagrada Escritura, a Igreja, por meio do Papa Paulo VI, escreveu a constituição apostólica Dei Verbum (DV). Neste documento a Revelação divina compreende que Deus, livremente, no seu amor e sabedoria quis revelar-se aos homens por meio de Jesus Cristo para chamá-los a participar da vida divina. Então, o Senhor Deus não quer revelar coisas, mas deseja revelar seu coração amoroso. A Revelação é um diálogo de Deus com a humanidade através de sua Palavra eterna feita carne, Jesus. Este diálogo é para nos levar à vida com Deus, a vida eterna, nossa plenitude (DV 2).

A Dei Verbum mostra como esta revelação foi sendo preparada ao longo da história, preparando para Jesus: na própria criação, Deus já se manifesta pela sua amorosa providência, na eleição de Abraão, nosso Pai na fé, na aliança com Israel e na palavra dos profetas. Assim Deus foi preparando Israel e a humanidade para Jesus Cristo: Ele é a própria Palavra de Deus feita carne. Nele, Deus se deu a nós totalmente (DV 4).

Mas como receber esta revelação de Deus? Qual a nossa atitude, a nossa resposta? A Dei Verbum responde: “A Deus revelador, é devida a obediência da fé!” (DV 5). Em outras palavras: a Revelação deve ser acolhida com fé, com aquela abertura amorosa e disponível que atinge e engloba a pessoa como um todo. A Revelação não é um conjunto de informações para a inteligência, mas Alguém que vem ao nosso encontro e a quem devemos acolher com todo o nosso ser. No entanto, a Revelação inclui também verdades reveladas que devem ser cridas porque foram reveladas por Deus (DV 6). 

Como nos foi transmitida a Revelação divina? Cristo, Revelação do Pai, confiou a Revelação aos apóstolos que pregaram, viveram e, por inspiração do Espírito Santo, colocaram por escrito a mensagem salvífica. Para que essa mensagem de salvação continuasse viva na Igreja, os Apóstolos deixaram os Bispos como seus sucessores e guardiões da verdade salvífica, contida na Tradição oral e na Sagrada Escritura (DV 7). Quanto à Tradição apostólica, ela abrange tudo aquilo que coopera para a vida santa do Povo de Deus e para o aumento da sua fé. Onde está a Tradição? Na doutrina, na vida e no culto da Igreja, que é guiada pelo Espírito Santo. Compete aos Bispos em comunhão com o Papa o discernimento da Tradição apostólica, que vai sempre progredindo na Igreja sob a inspiração do Santo Espírito (DV 8). Compete aos Bispos em comunhão com o Papa a interpretação última, seja da Escritura, seja da Tradição: eles receberam autoridade de Cristo para isso e nesse discernimento são guiados pelo Espírito Santo (DV 10). 

A Escritura é toda ela inspirada por Deus, pois os seus autores escreveram por inspiração do Espírito Santo, de modo que, mesmo que cada autor dos livros bíblicos tenha seu estilo e sua visão, o autor final da Escritura é o próprio Deus e a Bíblia é realmente palavra de Deus que nos transmite a verdade para a nossa salvação. Não se trata de verdade científica ou histórica, mas a verdade sobre Deus, sobre o homem e sobre o sentido da vida e do mundo (DV 11). Por isso mesmo, a interpretação correta da Bíblia requer que se conheça a cultura do povo da Bíblia, a mentalidade e intenção do autor sagrado, bem como o gênero literário em que tal ou qual obra foi escrita. Sem contar que toda interpretação deve estar de acordo com o Magistério da Igreja (DV 12). Uma coisa é certa: seja o simples crente, seja o estudioso erudito, deve procurar o sentido último da Escritura em Cristo e procurar interpretá-la no mesmo Espírito Santo que a inspirou e a entregou à Santa Igreja (DV 21). 

Por isso, a Igreja venera as Sagradas Escrituras como Palavra de Deus e exorta aos fiéis para que se alimentem dessa santa Palavra para o bem de sua vida espiritual e da sua vida moral. A celebração da Eucaristia é o lugar por excelência para se proclamar e escutar a Palavra de Deus, pois aí, a Palavra anunciada, que é Jesus Cristo, faz-se carne que alimenta e dá vida. 

Sem. Davi Paulo Coelho

8 de set de 2016

FELIZ ANIVERSÁRIO


A comunidade do Seminário Teológico Bom Pastor da Diocese de Criciúma, em Florianópolis, está em festa, pela passagem do aniversário dos Seminaristas Antônio Hubner da Silva Preve e Richardson Luiz Domingos de Souza.

A comunidade do Seminário Teológico Bom Pastor, se alegra com a passagem dos aniversários e reza nas intenções de cada seminarista. Bom Pastor, Dai nos padres, Segundo o vosso coração.




7 de set de 2016

FOTO OFICIAL 2016



PRIMEIRO ANO DE TEOLOGIA



SEGUNDO ANO DE TEOLOGIA


TERCEIRO ANO DE TEOLOGIA


QUARTO ANO DE TEOLOGIA

DOM JACINTO REALIZA SUA VISITA CANÔNICA NO SEMINÁRIO TEOLÓGICO BOM PASTOR


Entre os dias 05, 06 e 07 de Setembro, nosso Bispo Diocesano, Dom Jacinto Inácio Flach, fez sua visita canônica em nosso seminário de teologia. Na oportunidade cada seminarista e padres, tiveram um momento de conversa com o Senhor Bispo.

Nestes dias, Dom Jacinto celebrou a Eucaristia conosco, bem como, com os amigos do Seminário. Dom Jacinto se mostrou contente e feliz, com o andamento da casa no processo formativo.

No feriado de 07 de Setembro, celebramos a Eucaristia, por nossa Pátria, pedindo orações por nosso País e governantes, sob a proteção de Nossa Senhora Aparecida.
Finalizamos o encontro com o almoço festivo.